« Home | Casais homossexuais já podem adoptar » | Igreja católica contra casamentos homossexuais » | Espanha: Juiz demite-se por recusar casar 'gays' » | Francisco Louçã apresenta manifesto pela igualdade... » | Casamentos 'gay' não são prioridade do PS » | Cartoon de Bandeira » | Casamento só para hétero é inconstitucional » | Desigualdade na Europa permite bigamia » | A lei como saída de um "mundo do faz-de-conta" » | Elton John estreia uniões do mesmo sexo em Inglate... » 

sexta-feira, dezembro 30, 2005 

Um milhão de portugueses são homossexuais

Cerca de um milhão de portugueses (9,9%) revelam ser homossexuais, numa sondagem, com questionários anónimos e confidenciais, realizada este mês pela Eurosondagem para o EXPRESSO.

No conjunto dos portugueses com mais de 15 anos, 7% afirmam ser homossexuais, 2,9% bissexuais e 90,1% heterossexuais. Entre os que indicam a sua orientação homossexual ou bissexual, não há diferenças significativas entre os homens (7,3% e 2,8%, respectivamente) e as mulheres (6,8% e 3%). E, no total, apenas cerca de 50% assumem socialmente a sua homossexualidade. Estes valores são semelhantes aos de outros países europeus, como a Espanha (onde estudos recentes apontam para 7,5% a 10% de homossexuais), ou a Grã-Bretanha (6% da população).

A sondagem do EXPRESSO sobre os hábitos sexuais dos portugueses revela, ainda, que 52,8% dos inquiridos mantêm relações sexuais não se preocupando com os riscos da sida e que um terço (33,5%) nunca usa preservativo. Por outro lado, 6,3% admitem usar produtos potenciadores de desejo sexual, como o Viagra, e 27,1% das mulheres assumem já ter feito uma interrupção voluntária da gravidez ou mais. E a grande maioria (82%) fez a IVG em Portugal, ilegalmente.

Casamento entre pessoas do mesmo sexo?




Dos cinco principais candidatos à Presidência da República, apenas Cavaco Silva não dá uma resposta clara quanto ao que fará se tiver que promulgar uma lei autorizando o casamento entre homossexuais—idêntica à que já vigora em Espanha e no Reino Unido. «Já disse por diversas vezes que, perante os desafios com que o país se confronta, esta não é a questão que mais preocupa os portugueses neste momento», respondeu ao EXPRESSO.

Mário Soares, por sua vez, garante: «Se vier a ser decidido pelo Parlamento, homologarei essa decisão. Até porque me parece ser uma inevitabilidade que, aliás, decorre de decisões idênticas tomadas pelos países europeus».

Manuel Alegre justifica o seu assentimento: «Promulgaria a lei, de acordo com o art.º 13.º da Constituição que determina o princípio da igualdade, e de acordo com os meus princípios de respeito pela liberdade das pessoas».

E Jerónimo de Sousa utiliza idêntico argumento: «Promulgaria, com base no preceito constitucional da não-discriminação».

Francisco Louçã é claro: «Um Presidente só pode promulgar uma lei dessas.Éumaquestão de respeito: não é o Estado que tem de impor as opções das pessoas».

Expresso

Objectivo

  • O objectivo deste blog é recolher toda a informação relativa ao casamento entre pessoas do mesmo sexo que vá sendo publicada nos principais meios de comunicação portugueses. E a informação publicada no estrangeiro sobre Portugal. Além de textos informativos também serão recolhidos textos de opinião positiva ao casamento homossexual. Este blog não tem qualquer finalidade comercial, no entanto se alguma entidade se sentir lesada ou não permitir a utilização de algum conteúdo constante neste sítio comunique-nos, por favor, através do nosso e-mail, que também deve ser usado para nos enviar qualquer sugestão, dúvida ou comentário. Obrigado.
Powered by Blogger
and Blogger Templates